Imprimir esta página

Epilepsia: conheça os sintomas

Avalie este item
(0 votos)

Existem várias doenças que não são bem esclarecidas para o público, o que pode levar a diversas complicações. Lidar com um problema de saúde da forma incorreta ou não saber como se prevenir diante dele é um grande risco. Um exemplo disso é a epilepsia, que pode causar vários danos colaterais quando não é tratada.

Para te ajudar a entender melhor o assunto, vamos explicar o que é essa doença e listar seus principais sintomas. Acompanhe:

O que é epilepsia

Ela é definida como uma alteração temporária no funcionamento do sistema nervoso central, fazendo com que uma parte do cérebro emita diversos sinais incorretos para o resto do corpo. Isso leva à formação de alguns sintomas, principalmente as convulsões.

Caso essas convulsões ocorram em apenas uma parte do corpo, então ela é considerada uma crise localizada. Se ela ocorre no corpo inteiro, é uma crise generalizada, que costuma ser mais grave. As convulsões em si não causam dano direto ao sistema nervoso, mas pode ser que o paciente caia e sofra hematomas enquanto se debate. Por isso é importante estar atento aos sintomas e buscar tratamento.

Principais sintomas da epilepsia

Se você estiver em dúvida com relação à presença ou não da doença, fique atento aos seguintes sintomas:

Sintomas comuns

São sinais que ocorrem tanto em crises generalizadas quando localizadas:

  • Perda curta de memória: após a crise, o paciente pode não se lembrar exatamente o que ocorreu logo antes ou durante as convulsões;
  • Perda de consciência: é comum que a pessoa também perca consciência durante ou logo após a crise;
  • Perda do controle da micção: devido aos sinais incorretos enviados pelo cérebro, pode ser que a urina seja expelida durante o ataque;
  • Sensação de sonolência e confusão após a convulsão: a convulsão consome boa parte da energia, além de poder causar danos físicos, o que leva à sonolência e a dificuldades de se orientar.

Ataque generalizado

São sintomas mais comuns quando ocorrem convulsões no corpo inteiro:

  • Movimentos involuntários e intensos dos músculos em todo o corpo: é a característica principal dessa crise, uma convulsão generalizada;
  • Aumento na rigidez dos membros: devido à tensão muscular, o corpo tende a ficar mais rígido;
  • Piscar os olhos com olhar fixo: os sinais do cérebro levam à movimentação das pálpebras, enquanto a tensão dos músculos oculares leva à fixação da vista.

Convulsão localizada

É quando a convulsão ocorre apenas em parte do corpo:

  • Movimentos involuntários e intensos dos músculos em até metade do corpo: característica principal desse tipo de ataque epiléptico, convulsão em apenas uma parte do corpo;
  • Contração muscular repentina em até metade do corpo: a tensão muscular também pode levar à maior rigidez da área atingida;
  • Deglutição e mastigação repetitivos: o paciente começa a mastigar e engolir de forma involuntária, o que pode afetar sua respiração.

Lembrando sempre que a melhor forma de evitar os danos da epilepsia é buscar tratamento e prevenção. Se você tem alguma suspeita de doença neurológica, é importante buscar seu médico e verificar o que deve ser feito.

Entre em contato com a Neuro Instituto e marque uma consulta com profissionais qualificados em neurocirurgia e neurologia.

Lido 260 vezes Última modificação em Terça, 05 Novembro 2019 05:52

Itens relacionados (por tag)