Blog

“Você é o que você come” é um ditado bem popular e que contém alguma sabedoria. Ter uma boa alimentação afeta diversas partes da sua vida, incluindo a sua saúde mental. Afinal, o corpo precisa da quantidade certa de nutrientes e calorias para continuar funcionando adequadamente.

Muitas pessoas, infelizmente, não entendem bem como a saúde mental pode ser aprimorada graças à boa alimentação. Por isso viemos aqui falar um pouco mais sobre o tema, explicar essa relação e te mostrar como modificar sua alimentação pode melhorar sua mente. Acompanhe.

Benefícios de uma boa alimentação na saúde mental

Como já mencionamos, comer da forma certa traz vários benefícios para seu cérebro. Veja aqui alguns exemplos:

Maior disposição

Um dos primeiros efeitos de uma dieta mais saudável é justamente a disposição no dia a dia. Quando você tem mais energia no corpo, não é tão difícil acordar cedo e manter suas atividades ao longo do dia. Ótimo para quem precisa estudar, trabalhar e se dedicar a vários projetos.

Facilidade para se concentrar

Capacidade de concentração é cada vez mais importante, especialmente em um mundo com cada vez mais informação sendo enviada a todo momento. Com a nutrição certa para sua mente, você terá mais facilidade para manter o foco em uma mesma tarefa por mais tempo.

Evitar doenças

Várias infecções, vírus e parasitas podem atrapalhar seus processos mentais. Durante a velhice, a falta de nutrição adequada também pode ocasionar uma queda prematura do seu raciocínio. Se você quer estar sempre em seu melhor estado, lembre-se de incluir alguns nutrientes em sua dieta.

Nutrientes essenciais na sua alimentação

Agora que você entende a importância da boa alimentação para sua saúde mental, o próximo passo é saber o que comer. Veja aqui alguns nutrientes para incluir em sua dieta:

Vitamina D

Vitamina envolvida no desenvolvimento adequado dos neurônios e na prevenção de doenças neurodegenerativas. Ótimo para qualquer pessoa em crescimento. Muito comum em peixes como salmão e sardinha.

Zinco

O zinco contribui com a longevidade do Sistema Nervoso Central, o que tem efeitos na prevenção da depressão e outros transtornos. É bem fácil de encontrar em amêndoas, castanhas e em vários alimentos de origem animal.

Vitaminas do complexo B

Todas estas vitaminas são importantes para a produção de neurotransmissores, substâncias usadas na propagação dos impulsos nervosos. Necessários em quantidades adequadas para manter o funcionamento do sistema nervoso. Muito encontrado em carnes, ovos, leite e derivados.

Magnésio

Ajuda no melhor metabolismo da serotonina, substância responsável pela sensação de bem-estar, contribuindo no combate à depressão e para melhores noites de sono. Mais comum em bananas, castanhas e alimentos verdes, como o espinafre e alface.

Triptofano

Esse aminoácido se converte em serotonina no organismo, também contribuindo no combate à depressão e na melhoria da disposição. Muito comum em cereais integrais e em leguminosas.

Com essas informações, você já pode começar a incluir alimentos um pouco melhores para sua saúde mental em sua dieta. E se quiser mais dicas para manter uma boa qualidade de vida e saúde, marque uma consulta na Neuro Instituto e receba orientações de profissionais qualificados.

Publicado em Blog
MAIS LIDAS
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Echosis Marabá

Search